Histórias de Heróis. Inspire-se!

gato-rosa

Mel, a gata que utilizou bem suas 7 vidas

Denê Menezes - Poções-BA

Tinha perdido minha gata quando meu filho encontrou outra da mesma raça na rua. Uma siamesa. Já era uma gata adulta e ganhou o nome de Mel. Mel estava grávida e tinha sido atropelada. Era um domingo e não tinha muita opção de encontrar um veterinário. Nessa época morávamos em São Paulo.

A levei numa clínica na Rebouças, pois o estado dela era grave. Imediatamente foi feito o parto de quatro gatinhos, todos vivos. Mas o veterinário disse que não tinha condições de operá-la, pois sua coluna estava moída.

Na segunda-feira fui direto para a USP e eles tentaram operá-la. A cirurgia durou cinco horas. Tiveram que remover 70% do intestino, o diafragma e a coluna estava comprometida. Porém, a Mel foi se recuperando aos poucos. Já se passaram 23 anos e ela continua comigo. Ela ficou paraplégica, tem a alimentação dosada, cuidados especiais para uma gata especial. Mas ela vive bem. Se arrasta para todos os lugares. Acho que ainda lhe sobrou muitas vidas. Ela é um doce e tem um companheirinho ceguinho, o Skolzinho, que apesar de cego sabe me encontrar.